Viva seus arrependimentos!

Viva seus arrependimentos
0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Meus arrependimentos me fazem quem eu sou, e são tão importantes quanto qualquer um dos meus triunfos!

O título é sempre uma variação do mesmo tema, geralmente é algo como: “10 Maneiras de viver sua vida sem arrependimentos” ou  “Viva sem arrependimentos à partir de hoje!” 

Sério? Há realmente uma maneira de viver a vida sem arrependimentos?

Já vivi um pouco mais da metade de minha vida para saber que simplesmente não há planejamento para uma vida inteira sem oportunidades perdidas.

Eu tenho arrependimentos, com certeza! Nunca aprendi a tocar um instrumento que seja, nada, nem triângulo. Não fui para a escola de culinária, estraguei dezenas de vezes meu cabelo inspirada em uma ou outra personagem. Não rompi o namoro com que um cara terrível e sacrifiquei dois anos de minha vida ao lado dele. Eu realmente tomaria todo seu tempo listando todos os meus arrependimentos. Claro, eu poderia ter aulas de música ou de culinária, mas, realisticamente, estas oportunidades já passaram, além disso, há o fato de que eu mudei. Estou feliz com a comida que faço e encontrei um companheiro que admiro.

Não fiz todas aquelas coisas que eu lamentava não ter feito, mas eu fiz outras. Certamente não teria feito nada disso se eu tivesse me inscrito no curso de gastronomia. Claro que volta e meia tomo decisões inconsequentes,  já estive em situações bastante complexas, como não ter onde morar, pedir demissão sem ter outro emprego ou qualquer economia. Todas consequências de escolhas precipitadas e erradas.

Leia também: Simples passos para você parar de sonhar e começar a fazer

tumblr_l07lvhXxfP1qastsxo1_500-300x225

Meus arrependimentos me fazem quem eu sou, e são tão importantes quanto qualquer um dos meus triunfos. Não preciso escondê-los!

Eu tenho arrependimentos, alguns podem ser corrigidos, outros não. Lamento não manter mais contato com meus amigos, lamento morar longe da minha mãe e nem sempre poder ajudá-la. Lamento as horas que passei assistindo televisão em vez de escrever.

Eu vou continuar a acumular-los, não importa o que eu faça, viver é assim mesmo, ficar se equilibrando o tempo todo entre escolhas e consequências. Mesmo se fosse possível viver sem arrependimentos, não seria incrivelmente chato se sua vida fosse apenas um grande momento após o outro? Precisamos dos pontos baixos, das lágrimas, das derrotas para  sua história valer a pena.

Não há como evitar uma certa quantidade de decepção na vida. Continuo tentando fazer o meu melhor. Conserto o que posso, e mantenho-me em movimento, abraçando os meus arrependimentos. Esse é o meu conselho, qual e o seu?

 

Deixe o seu comentário abaixo: