Você não está meio velho para fazer isso?

Neal Unger (60 anos de idade). Foto Heverton Ribeiro/coldskateboard.com
0 Flares Filament.io 0 Flares ×

A juventude não está na idade, mas na atitude.

Envelhecer é um processo que deveria ser natural. E muita gente acha que envelhecer é ficar sisudo, sério e abrir mão das coisas que mais gosta de fazer. O meu pavor é me tornar um velho que use camiseta branca, calça cinza e meia social com chinelo de dedos.

  • A nossa vida é uma dádiva temporária.

Você tem de fazer aquilo que manda seu coração, independente da idade que tem. A vida, sozinha, já cuidará de adicionar diversas restrições à medida em que a idade avança. Por que temos que adicionar restrições também? Você realmente acha que está velho demais para fazer alguma coisa?

Minha tia sempre sonhou em ser advogada. Formou-se ano passado, depois de passar dos 50 anos. Se ela tivesse ouvido as pessoas que criticaram sua atitude, jamais teria conseguido tornar seu sonho em realidade. Eu me tatuei há 3 semanas. E se tivesse ouvido as críticas das pessoas, me dizendo que eu estou velho demais para isso, jamais teria me tatuado. E foi uma experiência transformadora — já tenho planejadas pelo menos mais quatro tatuagens.

 

  • A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional.

A juventude resume-se à atitude. Você pode agir como um velho rancoroso mesmo com pouca idade ou pode agir como uma pessoa jovem mesmo depois de tornar-se velho. Com a idade você aprende a lidar com as restrições impostas pela vida. Você já não vai mais andar desprotegido ao fazer esportes radicais por que sabe que se quebrar um osso a recuperação será mais lenta. Mas nem por isso deixará de fazer o que gosta.

Leita também: Como eu aprendi a andar de bicicleta aos 50 anos

A verdade é que nossa vida é uma dádiva temporária de curta duração. Ao adicionarmos restrições estamos limitando as nossas experiências e, assim, limitando a nossa vivência nesta nave chamada vida. A verdade é que a vida é um fardo que vai tornando-se pesado com o passar dos anos. Porém, é nossa opção sofrer com o fardo ou aguentá-lo com um sorriso no rosto.

Muita gente entende que fardo é uma coisa ruim. Não é. Trata-se do peso das responsabilidades que aumentam à medida em que vivemos. Chega um momento em que nossas responsabilidades pesam nos ombros e é aí que decidimos se queremos sofrer ou não. A dor é sempre inevitável, mas o sofrimento é totalmente opcional — esta frase não é minha mas é muito verdadeira.

O fato é que você nunca estará velho demais para fazer algo que deseje fazer. A única restrição que realmente pode parar você é a morte. E se alguém disser que você é velho demais para fazer o que quer, engula seco e siga adiante. Este tipo de opinião não te acrescenta absolutamente nada e só serve para indicar que você realmente está no caminho certo.

Texto escrito e gentilmente concedido por: Ronaldo Faria Lima 

Publicado originalmente no Medium

Deixe seu Comentário