A verdade sobre a indústria da positividade

6 Flares Filament.io 6 Flares ×

Se tivesse que definir esta era, seria da positividade excessiva e artificial. Um grande negócio definitivamente! São tantos conteúdos, pesquisas, vídeos, livros, consultorias e palestras motivacionais com verdadeiro potencial de transformação em massa. 

Tem otimismo para todos os gostos, os super otimistas, os otimistas realistas, otimistas insanos, conheci alguns que chegavam a declamar em alto tom (isso mesmo, quase gritando), as palestras que estiveram presentes na HSM e TED. Há otimistas egoístas que acreditam que só eles podem se dar bem, enfim tem um pouco de tudo, e para todos os problemas, há uma receita de mais otimismo espalhada por aí.

Estive em empresas que investiam pesado na motivação de sua equipe. Constantemente éramos convidados a presenciar todo tipo de carismáticos palestrantes, alguns com discursos delirantes. Se o intuito era criar uma cultura positiva para alcançar metas ambiciosas, acabava por transformar alguns excelentes profissionais em cínicos ou alienados, sem a menor capacidade de enfrentar a realidade.

Ficar triste (sentimento fundamental em nossas vidas),  é quase uma ofensa hoje em dia, principalmente no emprego. Lembra aquela palestra de motivação que você assistiu (forçadamente) ano passado? Ainda está na validade e necessita ser paga com – Resultados!

.

“Somos como uma pilha, é do lado positivo e negativo que tiramos energia para a vida.”

Anderson Alves

.

A demanda pela cultura do otimismo fez quintuplicar a comunidade de mentores e coaches (plural de coach). Todos dispostos a apoiar a evolução de seus clientes. Muitos são profissionais extremamente inteligentes, versáteis e com uma incrível experiência para compartilhar. Outros por sua vez, são apenas pessoas com uma tremenda cara de pau e marketing pessoal desmedido, que pouco tem a acrescentar.

Quando iniciei o Intensitude, a quase dois anos, me vi em um imenso oceano de informações, já havia pesquisado e estudado bastante, mas tecnicamente conhecia pouco. Passei a buscar por um mentor ou profissional que pudesse compartilhar ensinamentos, alguém que já havia trilhado este caminho. Não demorou muito para descobrir que boa parte eram lobos, e eu a ovelha.

.

“Mais vale pitadas de discernimento que montanhas de conhecimento.”

.

Participei de eventos, cursos, palestras e webinários que não passavam de “shows de egos”, com extensos 30 minutos de “como eu sou bom” e míseros 10 minutos de ensinamentos, com uma ou duas dicas, ditas tão rapidamente, que mais pareciam convocações de recall em horário nobre na teve.

Fiz contato com alguns que nunca me responderam, temiam que eu não tivesse um cartão de crédito. Felizmente, descobrir “na unha”, os profissionais que compartilham ensinamentos relevantes, que merecem minha atenção, meus comentários e admiração..

“Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.”

Cora Coralina

Sempre me perguntava, se o cara é bom no que faz, se já conseguiu se estabelecer, porque tá sugando grana de gente que está enfrentando as primeiras de muitas barreiras? E ainda ensinando à contra gotas? 

Descobri que a maioria não ensinava muito, quer dizer, nada que com dedicação não se aprenda revirando a internet, lendo uma dúzia de livros e simplesmente fazendo, errando, pedindo desculpas e corrigindo humildemente.

O que eles ensinam?

Um mantra de “Acredite em Você e Pense Positivo.”

Estamos constantemente superando obstáculos em nossas vidas, pessoais, profissionais, financeiros, e a evidente falta de governança e conflitos de interesses em todo o nosso país, corrompe o nosso futuro, humor, e…

.

Realisticamente, ninguém consegue pagar as contas com pensamentos positivos!

.

Então onde está a verdade? Será que eu sou pessimista ou demasiadamente realista? Creio que um pouco de ambas. Mas comecei a pensar, o que de fato é o otimismo e como ele se aplica à mim verdadeiramente. Sem o clichê louco de “seja positivo e tudo vai acontecer”…longe disso!

.

  • Passei a compreender que o otimismo ajuda a concentrar minha atenção de acordo com os meus desejos.

  • Que a ação de planejar meu futuro (imediato, curto ou em longo prazo), me traz a sensação de segurança, que me gera uma certa dose extra de positividade.
  • Que ter uma mentalidade positiva me auxilia a enxergar oportunidades e soluções.
  • E que a positividade deve ser treinada constantemente.

.

Faço escolhas o tempo todo, algumas podem alterar todo o meu futuro, mas nunca percebi claramente que muitas dessas escolhas eu fazia sem pensar. Sinceramente eu não passo todo meu dia refletindo cada uma das minhas escolhas, acho que você também não…. É exatamente aí que mora o perigo. Algumas escolhas são influenciadas apenas por hábito, não penso muito, ou nada, apenas decido inconsciente, eliminando possibilidades, como um auto boicote.

Frases pipocavam na minha mente:

  • Impossível!

  • Eu não posso fazer isso!

  • Não vou dar conta! 

  • Não tenho capacidade para tal.

 

E cada vez que elas surgiam, limitavam as minhas possibilidades de escolha. Eram tão fortes, que eu até conseguia visualizar a cena do meu fracasso em stop motion.

Qual é meu “defeito”, negativismo exacerbado? Não!! Esta é uma dinâmica cerebral natural que se desenvolveu e, ainda se desenvolve, em todos os seres humanos. Gatilhos mentais de defesa, que reagem mais rapidamente aos aspectos negativos que aos positivos, tecnicamente chamado de: aversão à perda.

Compreender a necessidade se manter atento as decisões e escolhas é difícil, afinal estamos agindo diretamente em toda a complexa estrutura da natureza humana, impor ou discutir com a ancestralidade é complico, mas fica aí o contato:

Reclamações e sugestões: MãeNatureza@

.

tal positividade, imprescindível aos que não querem ser uma mala sem alça, um limão de gaveta ou um pessimista que vê dificuldade a cada oportunidade, necessita ser treinada. Como? Invertendo os pensamentos:

– Não posso fazer isso? x Como posso fazer isso?

– Impossível! x O que eu preciso para que isso se torno possível?

– Não sou boa o suficiente! x Eu aprendendo o que for necessário!

.

Obviamente existem situações que não estão sob meu controle. Mas enquanto eu puder ter posse das minhas escolhas, que eu as faça de maneira que se mova, em direção aos meus objetivos.

Finalizo propondo o que nenhum mentor ou coach me propôs, que durante um dia inteiro, você consiga expressar seus pensamentos de maneira positiva, substituindo as frases negativas em seus pensamentos e palavras. Afinal cada um de nós, encontra na vida exatamente aquilo que traz dentro de si.

.

Ahhhh, o que me motiva escrever é saber se você gostou do que leu, então diz pra gente o que você achou, tenho certeza que tem muito à acrescentar.

Ana Claudia

Deixe seu Comentário